Português Italian English Spanish

NO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE 05.06, NADA A COMEMORAR EM PARNARAMA

NO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE 05.06, NADA A COMEMORAR EM PARNARAMA



Apesar dos infrutíferos apelos do prefeito de Parnarama, Raimundo Silveira junto à Superintendência da CODEVASF/MA. e das constantes denúncias divulgadas pelo blog jjpereira.com, continua caótico o setor de saneamento básico, Parnarama ainda sofre com as consequência de uma obra inacabada deixada pelo governo do PT, que apesar dos estragos causados em nível nacional, atingiu em cheio a pequena, pacata, ordeira e civilizada cidade de Parnarama, que tem uma população estimada em vinte mil habitantes, localizada na margem esquerda do rio Parnaíba, o segundo maior do Nordeste e quinhentos e trinta kms de São Luis, a capital maranhense.

 

 

Tudo começou quando a Construtora Jurema, do vizinho Piauí, que é ligada a importantes políticos daquele Estado, assinou um contrato com a CODEVASF para executar a o bra. 

A princípio, fez valas nas ruas, que causaram transtornos. Entretanto, nosso povo altivo e civilizado entendeu, acreditando que no final a população seria contemplada com uma obra de relevante alcance social. 

Ocorre, que, infelizmente, num flagrante desrespeito e com visíveis sinais de corrupção, a tão sonhada obra de saneamento básico da cidade, parou e passou a integrar o rol maldito das obras inacabadas espalhadas por todo o Território Nacional, quase sempre com os resquícios da desonestidade. Exemplo disso, é a transposição do rio São Francisco, cujos recursos gastos até onde a obra parou, daria para fazer aquela mesma transposição noventa vezes.

Essa é mais uma denúncia que formulamos sem a marca do ódio, o que é diferente de revolta. Todavia, o objetivo é sensibilizar as nossas autoridades de todas as feras, para que tudo faça no sentido de dotar Parnarama de um moderno sistema de saneamento básico, o que por certo, salvará vidas humanas, de animais e proteger o meio ambiente,  além de tornar realidade um grande sonho de um povo trabalhador, heróico e civilizado.