Português Italian English Spanish

SUJEIRA MORAL NO FUNDO DE PENSÃO DA ASSEMNLÉIA LEGISLSTIVA DO MARANHÃO

SUJEIRA MORAL NO FUNDO DE PENSÃO DA ASSEMNLÉIA LEGISLSTIVA DO MARANHÃO


Oue a Polícia  Federal,  o Ministério Público das duas esferas, tomem a iniciativa de investigar a sujeira moral do liquidado Fundo de Pensão da Assembleia Legislativa  do  Maranhão. Lá, havia uma soma fabulosa de dinheiro oriundo de três fontes: Contribuinte com mandato, descontado em folha; Estado e União. Toda essa grana foi surrupiada através de manobras espúrias para para dar suporte a reeleição de deputados estaduais em 1.998. Foi criado um sistema de empréstimo para os senhores parlamentares, cujo valor era tão alto que jamais poderão pagar. Sem dinheiro em caixa, a solução foi liquidar aquele importante órgão de Previdência. No entanto, outra gritante anomalia foi praticada sob a batuta do Presidente da Casa, senhor deputado Manoel Nunes Ribeiro Filho, fazendo aposentarias a torto e a envergado, pagando contribuições de anos passados, presentes e futuros. Para completar o mar de lamas desse caso nauseabundo, o Governador da época, José Reinaldo Carneiro Tavares, chamou a responsabilidade para o Estado, e incluiu na folha de pagamento dos aposentados do Maranhão essa coisa  podre que mancha os brios da ética e da moral.Sim, ninguém diz nada? Será que entre quarenta e dois deputados e mais de mil assessores, ninguém vê esses artigos? Só lembrando que quando entrar 2.022, vou publicar diariamente a relação dos contemplados com o dinheiro do povo. Ah!, ia me esquecendo de dizer que até o  ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado-TCE, Edmar Serra Cutrim, também lambe essa rapadura doce, que se houvesse Justiça poderia vir a ser amarga e indigesta.

J J. Pereira - Jornalista DRTMA 00613JP, é curto e grosso.